Home > Artigos > Técnicas de Julgamento

Técnicas de Julgamento

Técnicas de Julgamento

 

Não existe uma técnica pré-estipulada de Julgamento.

Cada árbitro tem a sua maneira de examinar ou analisar um cão. Não há o certo ou o errado. O que há é o bom senso dentro do que precisamos examinar.

Eu, particularmente, gosto de ver o cão parado de lado, a uma distância que eu possa vê-lo no todo. Assim posso de uma só vez, analisar: tipicidade; tamanho (envergadura); estado geral; pelagem e temperamento. Depois examino o cão de frente, principiando pela cabeça no todo e em detalhes, como: olhos, orelhas; focinho; boca (mordedura, dentição, mandíbula), já que tudo tem de estar de acordo com o padrão racial. Expressão é muito importante.

De frente, ainda, vejo aprumos, pés… Lateralmente quero ver ombro, sua colocação, angulação; colocação dos cotovelos, inclinação dos metacarpos. Observo as linhas, superior e inferior, pescoço, caixa torácica, os posteriores: garupa, angulações, joelho, jarrete e pés. Cauda: inserção, posição e colocação. Por trás, procuro ver aprumos, paralelismo.

Gosto de olhar o cão por cima também, quando verifico o formato do corpo, e suas respectivas proporções. Há raças que tem formato de corpo específico, de acordo com o tipo esquelético o qual tem que ser bem observado.

Depois de ter examinado toda a estrutura do cão, quero vê-lo em movimento, de modo que o mando andar, na execução do movimento de ir e vir. Isso me permite examinar, quando o cão vai, os posteriores, aprumos, posição e colocação dos joelhos, jarretes e pés, aprumos e paralelismo além da posição da cauda. Quando o cão volta, analiso os seus ombros, cotovelos, carpos e pés, aprumos e paralelismo anteriores. O cão deve se mover com elegância, sem esforço e alegre.

Peço, também, para ele andar em círculo. Esse movimento vai me permitir ver sua cobertura de solo. Um bom alcance e propulsão, comportamento da linha superior e inferior, pescoço.

Gosto sempre de salientar que um cão bem estruturado, para sozinho e corretamente nas quatro patas. São pontos importantes: tipicidade, pelagem, estrutura, musculatura.

Gosto de examinar os cães sempre do primeiro ao último, seguindo a mesma maneira.
Educação e cordialidade para com o expositor é importante. Como diz o ditado : É dando que se recebe.

Mirian Wendhausen.

Você pode gostar dessas matérias
GBKC – Grande Bahia Kennel Club – 03-12-2017
Akita Brasil – Novo Grupo de criadores da raça.
Mundial FCI Alemanha Brasil
Pointer Clube do Brasil será fundado durante encontro nacional de criadores

Leave a Reply